FAMA MAGAZINE

Estudos indicam a descoberta de novos tesouros no museu Egípcio de Turin.

Graças à ciência e ao progresso tecnológico, as múmias de Kha e Merit que viveram no Egito há mais de três mil anos, foram “virtualmente desenfaixadas” . As múmias estavam guardadas no museu Egípcio de Turin e só agora será possível revelar alguns de seus detalhes

Este é só um exemplo de algumas das peças que o museu egípcio de Turim, considerado o segundo mais importante do mundo, ficando atrás apenas para o museu do Cairo, exibe na mostra “Arqueologia do Invisível”, sobre como os modernos métodos científicos permitem analisar com cada vez mais detalhes artigos milenares, revelando páginas da história ainda desconhecidas.

%d blogueiros gostam disto: