FAMA MAGAZINE

Já pensou em aumentar o seu salário através de um estudo superior no Reino Unido?

Muita gente não sabe, mas tem direito à ajuda financeira do governo para estudar e ter uma carreira de sucesso

Por Cristiane Lebelem*

Dentre as milhares de postagens interessantes que via nas redes sociais, Fátima se interessou por uma em especial que dizia que poderia conseguir ajuda do governo britânico para finalmente estudar, e a portuguesa, que mora em Londres há 7 anos, não teve dúvidas em entrar em contato com a EU NETWORK e entender do que se tratava.

Fátima Pereira deixou para trás o emprego de caixa em uma casa de bingo em Lisboa para tentar a sorte na capital britânica, mas naquela altura, nem imaginava o quanto sua vida mudaria com aquela informação de financiamento estudantil que tinha acabado de ler.

Foi quando Fátima entrou em contato com a Kerol Garcia, responsável pelo atendimento em língua portuguesa da EU NETWORK em Londres. A partir dali foi uma questão de semanas até que sua vida começasse a ganhar outra forma. “A gente entende qual é o perfil do estudante, ajuda a eleger o melhor curso, e aorganizar a aplicação para as universidades, e orienta preparação dos documentos necessários para provar que a pessoa tem direito ao financiamento estudantil, e muitas vezes até a outros tipos de apoio financeiro para poder estudar e assim em pouco tempo facilita a aplicação para a entrada numa boa universidade”, explica Kerol.

 

Curso de graduação de

3 a  4 anos

Curso de pós-graduação de

1 a 2 anos

 

 

Fátima foi um dos casos de estudantes estrangeiras que seguiu da graduação direto para a pós-graduação na Inglaterra. Com o atendimento da equipe da EU NETWORK, ela ainda garantiu ajuda do governo para se dedicar aos estudos com o recebimento de alguns benefícios sociais, já que tem uma filha e não conta com apoio de familiares. “Valeu a pena o sacrifício, foram 3 anos, agora é mais um ano para terminar o MBA para ter uma carreira na área de Business & Heathcare Management. Tenho orgulho de mim mesma”, suspira Fátima, que aos 44 anos vê a chance de conseguir dobrar o salário com o título de pós-graduada em Business.

O sonho de ter uma formação acadêmica no exterior não é tão distante quanto se imagina. A verdade é que o financiamento completo oferecido pelo governo britânico tem dado chance a muita gente de conseguir esturdar sem ter um custo que pese no bolso.

Através do trabalho da EU Network – empresa de recrutamento e consultoria, que atua em parceria com oito diferentes universidades do Reino Unido, além de atendimento gratuito – é possível ganhar mais um ponto apoio na realização do processo de aplicação na universidade, e também do financiamento estudantil (student finance) para alunos elegíveis.

 

 

“Qualquer pessoa que possua residência no Reino Unido ou na Europa, e  que queiram vir para cá são elegíveis ao student finance”

Eu Network

 

“O acompanhamento de ponta a ponta feito pela EU Network significa um processo mais rápido e fácil e com maiores chances de aprovação”, garante Kerol.

 

 

Foi assim que o brasileiro Tiago Lourenço também entrou para a estatística dos recém-formados, que optaram pela pós-graduação, e depois de um ano recebeu uma proposta de trabalho que aumentou em 10 mil libras o seu salário anual. “Eu já estava no ritmo de continuar estudando, e pensei em pegar algo que eu pudesse colocar bem no mercado de trabalho. Por isso, optei pelo curso de Project Management para pós-graduação”.

Tiago conta que em um ano conseguiu terminar a pós-graduação, encaixando os shifts do trabalho do hotel com as atividades curriculares do curso, durante a semana e aos sábados. “Precisei me organizar. Cortei algumas coisas como assistir televisão, saídas durante a semana e foquei nos estudos. Depois do trabalho ia para casa, aproveitava para escrever ou para ler, e deu certo estudar e trabalhar ao mesmo tempo”, explica.

Tiago foi reconhecido pelo esforço, e no próprio emprego que manteve durante os estudos conseguiu, depois do novo título, uma promoção que fez saltar a remuneração anual de 21 mil para 32 mil libras.

Com o programa de financiamento do governo, ele não pagou nada durante a realização do curso.

O financiamento ajuda o estudante a manter as finanças em ordem. De acordo com as normas do programa, o estudante começa a pagar o empréstimo depois de formado e com o valor das parcelas atrelado ao salário que recebe depois de concluído o estudo. Quem ganha menos de £ 21.000 anuais, por exemplo, fica isento da cobrança.

 

 

Kerol Garcia explica que a tarefa da EU Network é ajudar as pessoas a atingirem seus objetivos e conseguirem futuros melhores.

“Basta escolher o curso e preparar os documentos, , participar das etapas de admissão e iniciar o curso  de acordo com os calendários de entrada, que possuem inícios em maio, setembro, outubro e janeiro. A EU Network já conta com uma década de experiência ajudando muita gente a conseguir uma carreira de sucesso”.

Para obter mais informações, o e-mail kerol@eunetwork.co.uk ou pelo telefone  +44 (0) 20 3655 2175.

 

%d blogueiros gostam disto: