Motorista de caminhão com 39 corpos deu primeiro depoimento à Justiça britânica

O motorista de um caminhão onde 39 pessoas foram encontradas mortas deu depoimento via vídeo nesta segunda-feira (28). Ele é acusado de assassinato e de ter participado em uma organização para traficar pessoas.

A descoberta de 39 corpos em um caminhão refrigerado em uma região industrial em Londres mostrou que ainda há comércio de pessoas de partes pobres da Ásia, África e Oriente Médio para o Ocidente.

O motorista Maurice Robinson, 25, que está preso, só confirmou seu nome e endereço.

“Isso envolve uma rede global que facilita a movimentação de um grande número de imigrantes para o Reino Unido”, disse o promotor Ogheneruona Mercy Iguyovwe.

Robinson, o motorista, não pediu para sair sob fiança. Ele ficará preso até o dia 25 de novembro, quando o caso será analisado pela principal corte criminal do país.

O motorista foi preso pouco depois da descoberta dos corpos.

O baú do caminhão havia vindo do porto de Zeebrugge, na Bélgica.

A polícia britânica disse inicialmente que as 39 vítimas eram chinesas, mas mais tarde descobriu-se que muitas eram do Vietnã.

Poucas pessoas levavam documentos de identidade; A expectativa é usar as arcadas dentárias e DNA, além de fotografias para tentar identificar as vítimas.

O governo do Vietnã disse que o Reino Unido enviou documentos sobre quatro pessoas encontradas no caminhão.

O vice-ministro das Relações Exteriores, Bui Thanh Son, disse a repórteres que eles estão fazendo perfis das possíveis vítimas, mas que até agora não há prova de que se trate de vietnamitas.

Via G1

%d blogueiros gostam disto: