Sem shows, Bon Jovi vai para seu restaurante comunitário ajudar: “Faça o que puder”

“Se não puder fazer o que você faz, faça o que você pode”, diz Jon Bon Jovi, enquanto ajuda em seu restaurante comunitário. O vocalista do Bon Jovi está sem shows, devido às questões de saúde envolvendo o coronavírus, e foi para o seu restaurante comunitário, o JBJ Soul Kitchen, ajudar no que pudesse.

O restaurante do cantor foi construído para fornecer comida aos necessitados. Durante a crise mundial, que também está nos Estados Unidos, devido ao surto do covid-19, os dois restaurantes, que ficam em Nova Jérsei, terra natal de Bon Jovi, estão abertos apenas para a retirada de comida, para os necessitados. As dependências não estão abertas, para se comer lá.

Naturalmente, as opções do menu estão limitadas — mas o site do projeto garante: “se você ou sua família estão precisando de comida, somos um recurso para você”. Não há informações sobre a unidade que fica na universidade de Rutgers, também em New Jersey.

Pela falta de pessoas, seguindo as recomendações de se evitar grandes aglomerações, o cantor foi visto por lá lavando a louça, e postou a seguinte imagem:

View this post on Instagram

If you can't do what you do… do what you can.

A post shared by Jon Bon Jovi (@jonbonjovi) on

A JBJ Soul Kitchen depende de voluntários para funcionar. O restaurante funciona com a metodologia de se cobrar de quem pode pagar, para fornecer comida gratuitamente para quem não tem condições. É possível também ir a um destes restaurantes e pagar a sua refeição e a de outra pessoa também.

Além disso, é possível “trocar” horas de trabalho voluntário, pela comida. Pessoas podem trabalhar voluntariamente no restaurante em alguns momentos, e receber sua comida gratuitamente.

%d blogueiros gostam disto: