As quatro necessidades básicas da mente de um ser humano

Rio de Janeiro 30/4/2020 – A primeira coisa que faço quando alguém busca os serviços de JobHunting na Employability é um diagnóstico da mente do meu assessorado.

O Gerente de Carreiras e Especialista em Recolocação Profissional da Employability RH Claudio Riccioppo de Moraes atua com coaching e explica como minimiza o trauma da demissão em seus clientes e os direciona a novos desafios em suas vidas a partir de técnicas de autoconhecimento.

O universo corporativo está cada dia mais voltado a resultados, os profissionais são cada vez mais vistos como números através dos índices de suas produções, mas o líder moderno também precisa estar atento as necessidades de cada pessoa, principalmente em tempos de crise econômica e em um cenário de incertezas. Este, por sua vez, afeta a saúde física e mental da maioria das pessoas. Agora, já não sobra espaço para simples gestores de departamento no mercado: todo executivo precisa ser técnico e, principalmente, gestor de gente. É necessário estar próximo da equipe e atento às necessidades, por exemplo:

A necessidade de Ser Ouvido na Essência

O ouvir na essência é mais que dedicar tempo para que o outro fale, é ter uma atitude aberta, isso permite não só a uma melhor compreensão, mas também ativa processos de autocura. É humana a necessidade de ter alguém com quem compartilhar e de ser verdadeiramente ouvido, respeitado, entendido, acolhido e não julgado. Ser ouvido na essência significa ser ouvido sem preconceitos ou julgamentos. Contar com alguém que realmente sinta e preste atenção no que é dito o que é algo muito raro e valioso. As pessoas que o fazem conseguem alcançar e tocar o fundo da alma, criando uma relação de confiança recíproca, essa relação permite que haja a conquista de colaboradores que trabalhem pelo líder e não para o líder.

Ser Notado, Reconhecido ou Amado

Amor é um sentimento universal. É uma forma de demonstrar o afeto às pessoas pelas quais tem-se grande carinho e afeição. É a capacidade de amar e ser amado, de compartilhar, proteger o outro e cuidar da sua felicidade e integridade física e emocional. Por ser um sentimento único e catalisador, une muitas outras emoções. É necessário sim receber amor das pessoas assim como também é preciso vibrar esse sentimento único e transformador, mas… é possível falar de amor em um universo corporativo?.
Só é possível sentir-se realmente amado quando somos reconhecidos pelos outros e pesquisas apontam que a maior partes dos profissionais que pedem demissão em suas empresas o fazem não para se ver livres da corporação e sim para se ver livres de seus gestores que principalmente não os reconhecem profissionalmente, isso não quer dizer que temos que receber elogios o tempo todo. Isso significa que é preciso se sentor sentir notado pelas pessoas, ser ignorado e desmerecido gera sofrimento e desumanidade. Sempre que houver os sentimentos positivos de ser importante, reconhecidos, valorizados, existirá o interesse de se manter neste lugar.

Ter o Direito de Errar

Perdoar a si mesmo e aos outros – Qual é/foi a intenção positiva do seu erro/ação? (Ressignificação)
A perfeição é algo inalcançável, mas muitos não se dão o direito de errar e querem alcançar um patamar que é humanamente impossível para si e para os outros. “O erro gera julgamento e, por isso, um dos princípios mais importantes do Coaching é suspender todo tipo de julgamento” afirma Claudio Riccioppo que na empresa de apoio a recolocação Employability assiste aos mais variados perfis profissionais. Compreender o direito do outro de errar é também entender o próprio direito de cometer falhas e que todos possuem defeitos, por isso é importante que o líder moderno saiba ter empatia pelo seu companheiro de trabalho.
É honesto o direito a errar. Não se pode acertar sempre, mesmo que as pessoas exijam isso de nós: no trabalho na vida afetiva, familiar, os amigos. Mas a pior cobrança não é a dos outros, mas sim a própria cobrança.

Ter o Direito de Pertencer

Existem vários grupos sociais. A escola, a igreja, a natação, o clube, os escoteiros etc. É de interesse humano pertencer a todos os sistemas. Não só de estar, mas ser aceito, como é de verdade, sem alterar a verdadeira identidade.
A coletividade forma e fortalece a pessoa. A sensação de pertencimento é uma sensação de vida em plenitude. Muitos não se sentem aceitos e pertencentes, por exemplo, na empresa onde trabalha. Isso gera exclusão e adoecimento do corpo e da alma acarretando baixa de resultados e consequentemente a demissão. “O líder moderno precisa saber que o acolhimento é a melhor forma de fazer com que as pessoas não apenas estejam nos lugares e nos grupos, mas que elas pertençam aos lugares e grupos” Garante Claudio.

Website: http://www.employability.com.br

%d blogueiros gostam disto: