Reino Unido trabalha para atingir a meta de 100 mil testes diários de coronavírus

O governo britânico ainda está trabalhando para atingir sua meta diária de testes de coronavírus. dos 100 mil diários propostos, foi atingido pouco mais de 52 mil na última terça. O secretário de saúde, Matt Hancock, prometeu atingir esta meta até o fim de abril.

Um cientista que aconselhou o governo a fazer testes, o professor John Newton, disse estar confiante de que o objetivo será atingido, mas alertou sobre um atraso nos dados. Enquanto isso, o primeiro ministro falará novamente a nação, no briefing diário, de Downing Street. Ele retornou ao trabalho nesta semana.

O primeiro ministro atualizará a “luta do país contra a doença e os passos que estamos tomando para derrotá-la”, de acordo com o porta-voz. No entanto, especialistas políticos afirmam que Johnson não falará nada de maneira concreta sobre a reabertura do país. Nem projetos, nem prazos.

O conselheiro científico chefe do governo, Sir Patrick Vallance, e o diretor médico, Prof Chris Whitty, também aparecerão no briefing de quinta-feira. Johnson, que se recuperou do coronavírus, também se tornou pai, após o nascimento de seu filho com sua noiva, Carrie Symonds. Ele retornou à Downing Street nesta terça.

E uma de suas missões no retorno ao trabalho, é a de avaliar as muitas opções de alívio para as restrições de bloqueio no Reino Unido. O Grupo Consultivo Científico para Emergências (Sage), terá uma reunião com Johnson nesta quinta. E o bloqueio deverá ser revisto, de acordo com as regras estabelecidas no país, no dia 7 de maio.

No início da semana, Johnson já havia afirmado que o bloqueio não seria relaxado tão cedo. E que detalhes sobre qualquer mudança, seriam definidos pelos próximos dias. Na última quarta, Dominc Raab, secretário de relações exteriores do Reino Unido, disse que não sabia se os cinco elementos propostos pelo governo para suspender o bloqueio haviam sido cumpridos, lembrando que o país está em um “momento delicado e perigoso”.

Ele ainda disse que o Reino Unido ainda está chegando no pico de coronavírus, e pediu para que as pessoas sigam mantendo as medidas de distanciamento social até “que estejamos fora de perigo”.

%d blogueiros gostam disto: