Reino Unido apresenta plano para reaberturas da Escola Primária

Na Inglaterra, há o desejo por parte da rede de educação de que todas as crianças da escola primária passem pelo menos um mês na escola antes das férias de verão. Mas, mesmo em um possível retorno, uma vez que o bloqueio tenha afrouxamentos, será preciso adotar muitas medidas de distanciamento social.

Entre eles, já se sabe que as turmas terão no máximo 15 alunos, os intervalos serão alternados e os alunos terão que passar por lavagem frequente das mãos. No entanto, os pais que optarem por manter seus filhos em casa, neste período, não serão multados.

O primeiro-ministro Boris Johnson disse que, se o nível de infecção permanecer baixo o suficiente, as crianças, do primeiro e sexto ano das escolas primárias, poderão voltar às aulas a partir de primeiro de junho, em um cenário positivo e que permita o retorno mais cedo às atividades.

Horários alternados, lavagem regular de mãos e distanciamento social: as “novas escolas” do Reino Unido

Tais medidas podem ser executadas até com o equivalente britânico ao Jardim da Infância. Mas serão todas observadas, e atrasadas caso “progressos insuficientes forem feito no combate ao vírus”. Outras medidas em relação à educação e as medidas para evitar infecções envolvem o não contato dos alunos com alunos de outras classes durante o dia escolar.

A orientação diz que os alunos devem manter-se distantes a dois metros, se possível. Mas é aceitável que nem sempre tal distância será respeitada por eles. Haverá intervalos escalonados em horários de almoço, além de horários diferentes de início e fim do dia escolar. Não será obrigatório o uso de máscaras, mas as escolas serão incentivadas a realizar atividades ao ar livre.

Tais medidas seguem o padrão da Dinamarca, que retomou várias atividades nos últimos dias, incluindo as escolares. Lá, o sistema de ensino está em pequenos grupos, que são mantidos separados uns dos outros, e há a lavagem regular das mãos.

%d blogueiros gostam disto: