Dez dicas úteis para melhorar os relacionamentos profissionais

A cultura digital em crescimento tem papel fundamental na evolução das nossas relações pessoais e profissionais. Estamos observando mudanças no acesso à informação e no entretenimento. E agora, mais do que nunca, nos processos de trabalho.

Com a pandemia do novo coronavírus, mais pessoas estudando e trabalhando de forma remota, a era digital está revolucionando o modo com o qual nos relacionamos com outras pessoas.

Um movimento chamado de “economia do relacionamento” tem focado em promover um maior senso de comunidade, inclusão e propósito, apesar da menor interação “cara a cara”.

O que é a economia do relacionamento

Empresas e marcas que são mais bem-sucedidas e que estão à frente de outras têm sucesso em grande parte pelas conexões que foram estabelecidas com seu público e seus clientes. A construção de uma relação de confiança e lealdade, além de interações personalizadas e experiências diversas, são formas de cativar clientes e conquistar novos — e tudo isso depende de esforços na construção de relacionamentos.

A “economia de relacionamentos” foca nas conexões, confiança e interação humana como moeda de troca. As contribuições individuais são essenciais para a comunidade — formada a partir de um processo no qual as pessoas reconhecem que são valorizadas, apoiadas e  conectadas a um propósito.

O portal Entrepreneur elencou dez maneiras de melhorar os relacionamentos com familiares, funcionários e potenciais clientes. Confira:

1. Conecte-se às pessoas de sua lista de contatos ou banco de dados

O ritmo agitado da rotina faz com que seja fácil se esquecer de checar nossa rede de contatos. Pode ser que tenha se passado algum tempo desde que você perguntou como sua equipe está se sentindo, em conversas que não envolvam projetos e prazos, ou desde que seus clientes ficaram sabendo de sua última promoção.

Faça um planejamento de ação de comunicação para cada grupo. Para facilitar, experimente mandar mensagens esparsas para que você tenha tempo de responder todas.

2. Seja consistente em palavras e ações

Com tantas mensagens a tantas pessoas, pode ser difícil identificar quem é real e diz coisas genuínas. Pergunte a si mesmo se está sendo verdadeiro. Mostre às pessoas que elas podem confiar em você: seja consistente em palavras e ações não só nos negócios, mas também em sua vida pessoal.

Estamos em um momento delicado, no qual as pessoas estão mais vulneráveis e necessitam de mais atenção. Pense em algum pequeno presente que animaria as pessoas em um momento tão difícil.

3. Mantenha as mensagens simples e pessoais

Não é necessário falar sobre tudo de uma vez. Faça conexões objetivas e diretas com seu pessoal para que saibam que você está pensando neles. Apenas algumas palavras são o suficiente e mostram que você realmente se importa. Em vez de sobrecarregar seus contatos e bombardeá-los com mensagens, tenha algo simples em mente, como “eu me importo com você”. De preferência, expresse algo que mostre que você os tinha em mente ao escrever o recado.

Se você estiver lidando com um funcionário, por exemplo, pergunte como vai a família dele. Se for o caso de um cliente valioso, informe-se sobre como estão as coisas na cidade em que ele vive. Descubra como a comunidade está lidando com este momento.

4. Responda e reconheça

No processo de transformação para a era digital, comportamentos estranhos e novas atitudes surgem. Muitas mensagens enviadas não recebem respostas ou reconhecimento. Algumas dúvidas surgem: será que o destinatário recebeu a mensagem? Será que a mensagem não foi importante o suficiente para ser reconhecida?

Em uma época na qual as pessoas estão focadas na conexão, não receber uma resposta pode significar muita coisa – ainda mais com ferramentas que informam que o recado foi lido.
Você pode fortalecer os relacionamentos informando à pessoas que recebeu determinada mensagem. Se você não tiver tempo para escrever uma resposta completa, salve a mensagem e, em seguida, escreva de volta.

Responder cria a sensação de conexão – além disso, é uma excelente maneira de manter o diálogo ao longo do tempo.

5. Forneça informações valiosas em todos os canais

Algumas empresas reiniciaram seus sistemas de comunicação e criaram portais para oferecer aos funcionários em home office um local para obter informações e treinamento para o novo modo de trabalhar. Outras usam ferramentas como o Slack para criar canais de conversação e colaboração. Videochamadas também estão sendo usadas para substituir as reuniões “cara a cara” e continuar nutrindo as relações.

As redes sociais e sites como esses são essenciais para passar mensagens e informações valiosas, que podem ajudar clientes e prospects durante a epidemia. Os canais podem contar com conteúdos que explicam como sua empresa pode ajudá-los, além de dicas rápidas sobre como lidar com essa nova maneira de viver e trabalhar. Faça o possível para mostrar que você se importa e para facilitar a vida dos outros.

6. Conheça melhor seus stakeholders

Os relacionamento melhoram à medida que você vai aprendendo sobre a outra pessoa. Muitas vezes, empresas e pessoas passam a maior parte do tempo falando sobre si mesmas e a comunicação se torna unilateral. Reflita: Você já teve tempo para fazer perguntas às partes interessadas? O que você aprendeu sobre eles? Que ponto de vista ou conclusões únicas você pode usar em sua própria vida?

Utilize seus canais para postar perguntas e crie um grupo de discussão. Você pode até elaborar uma pesquisa com incentivos para obter mais respostas. Depois disso, dê um retorno com perguntas adicionais que demonstrem maior interesse e um desejo de conhecê-los mais profundamente. Garanta que eles saibam disso.

Nesta etapa, a intenção não é apenas obter informações. O objetivo é mostrar disponibilidade para construir, servir e apoiar um ao outro, principalmente em tempos de pandemia.

7. Aja de acordo com suas ideias

A comunicação é a base para prosperar os relacionamentos. Seus contatos devem perceber que aquilo que eles disseram teve algum impacto em você. Em seu crescimento pessoal, procure indicar onde você incorporou uma mudança no seu comportamente e como agiu com base nas informações que foram compartilhadas com você.

As empresas podem implantar esse mecanismo de crescimento sustentado pelo relacionamento com funcionários e clientes. Depois de obter respostas das partes interessadas, encontre uma maneira de promover mudanças e agir sobre algo que tenha sido solicitado. Quando as pessoas veem que você está conversando com elas, há aí um motivo mais significativo para apostar na sua marca.

8. Mostre empatia

Demonstrar empatia durante um período difícil pode ser o suficiente para fortalecer laços. Assim, não é necessário tomar medidas específicas o tempo todo para provar seu compromisso com clientes e funcionários. Certifique-se de que você compartilha sua compreensão com o momento atual. Pense: você humanizou sua marca? Demonstrou preocupação genuína pelas pessoas e seu bem-estar?

9. Seja flexível

No momento, as pessoas provavalmente sentem que não conseguem controlar as mudanças que estão ocorrendo. Com isso, há uma oportunidade de oferecer soluções a elas, e isso ajuda a construir um relacionamento. Ter opções serve como uma força estabilizadora.

Pense como você pode ser flexível em relação ao seu modelo de negócio, incluindo oferecer mais condições de pagamento — ou até mesmo adiá-los — e oferecer entregas em casa. Para ajudar os funcionários, veja como proporcionar novas maneiras de trabalhar, mais benefícios ou outras vantagens que mostrem sua gratidão a eles.

10. Demonstre otimismo e encorajamento

Sem criar falsas esperanças, reforce seus relacionamentos por meio de positividade, otimismo e palavras de encorajamento. Todos estão precisando de apoio, especialmente com o isolamento social e sentimento de ansiedade causados pelo cenário de pandemia.

Mostre que você está presente e compartilhe notícias positivas sempre que possível. Lembre os outros de sua resiliência e força interior. Mesmo quando tudo voltar ao normal, provavelmente continuaremos trabalhando e vivendo em um mundo digital, mais distante física e emocionalmente.

A necessidade de encorajar pode não ser tão forte quando as coisas ao redor do mundo ficam melhores, mas continuar positivo é uma chave para aprimorar os relacionamentos.

%d blogueiros gostam disto: