Boris Johnson diz que o país precisa “construir” para amenizar a crise do coronavírus

Boris Johnson afirmou que agora é a hora do Reino Unido ser “ambicioso” sobre o seu futuro. A posição vem junto ao plano de recuperação pós-coronavírus. O primeiro ministro disse que é importante usar este momento para arrumar problemas de longa data na economia, e prometeu um pacote de 5 bilhões de libras (33 bilhões de reais) para a construção de casas e infraestrutura.

Os planos estabelecidos anteriormente, pela maioria conservadora no Parlamento seriam acelerados e intensificados, adicionou. O anúncio enérgico chega junto com novos números, que mostram que a economia do Reino Unido encolheu rapidamente, entre janeiro e março, pela primeira vez desde 1979.

Em seu discurso, Johnson prometeu “construir, construir e construir”, para amenizar o impacto econômico do coronavírus. Também reconheceu que, apesar de muitos dos empregos no início da pandemia pudessem ter sido perdidos, acredita que uma nova “garantia de oportunidade” permitirá que os jovens tivessem chances de estágios ou novos trabalhos.

Ele afirmou que o Reino Unido não pode ser “refém” desta crise, e disse que o governo está se preparando agora, devagar e com cautela, para sair da hibernação. “Este país precisa estar pronto para o que está por vir”, disse ele, preparando-se para um “tremor econômico”.

“Precisamos usar esse momento agora … para planejar nossa resposta e corrigir os problemas que foram brutalmente iluminados naquele flash de relâmpago.”

%d blogueiros gostam disto: