Janine Salles, de Fina Estampa, começou a vender bolos em quarentena, para se manter ativa

Janine Salles, que em seu currículo tem personagens em Fina Estampa, Êta Mundo Bom, Flor do Caribe, se reinventou na quarentena, quando teve trabalhos como atriz pausados para evitar o contágio do novo  coronavírus. A artista, de 36 anos, se descobriu uma ótima boleira e passou a vender as guloseimas para não ficar parada.

“Sempre tive paixão por fazer doces, mas fazia de brincadeira e dava pra amigos. Nesta quarentena, fiquei muito parada no início. Como não consigo ficar parada, um amigo me sugeriu essa ideia de começar a vender os bolos que sempre fiz muito bem. E acabou que deu certo. Várias pessoas começaram a encomendar e acabei gostando. Hoje a venda de bolos complementa o meu orçamento”, conta ela, que vende as sobremesas online e por telefone.

A produção de bolos é feita por ela com a ajuda especial da filha, Maria Julia, de seis anos. “Como estou ainda no começo a quantidade de produção é muito relativa ainda. Há mais procura nos fins de semana. Por enquanto só eu mesma e uma ajudante, minha filha (risos). O meu diferencial, inclusive, acredito que é esse, eu mesma que coloco a mão na massa e transfiro muito carinho no que faço. Tudo bem artesanal e fresquinho”, explica ela, que além dos bolos, dedica o seu tempo em isolamento social para fazer cursos e botar a leitura em dia.

“Além dos doces que tenho feito, faço aulas online pra me reciclar como atriz, muita leitura, assisto muitos filmes e series e como tenho uma filha pequena me dedico também a ela.”

PAIXÃO PELA CULINÁRIA

A paixão pela culinária começou quando ela era pequena e depois tornou-se uma terapia. “Desde pequena amava ficar em frente à televisão assistindo Ana Maria, esses programas de culinária. Mas o meu forte mesmo é doce! Sempre encarei como uma terapia! Uma grande paixão depois da arte!”, diz ela, que já planeja abrir uma doceria no futuro. “Em breve a produção de bolo aumentará. Empreender no mundo culinário tem dado muito certo. Quem sabe até mais pra frente eu abro uma loja…”

%d blogueiros gostam disto: