UE e Reino Unido retomam negociações, acordo está no mínimo “a semanas” de distância

Autoridades da União Europeia e do Reino Unido iniciaram a sétima rodada de negociações nesta quarta-feira (19) para chegar a um acordo pós-Brexit sobre questões envolvendo comércio ou segurança. Diplomatas estão afirmando que o acordo ainda poderá “levar semanas”.

O negociador-chefe britânico, David Frost, e seu equivalente da UE, Michel Barnier, jantaram juntos na terça-feira antes das negociações. Entre elas há as questões dos direitos de pesca em águas britânicas e a garantia de que a ajuda estatal preserve a concorrência justa.

“A parte dos auxílios estatais em termos de igualdade de condições e as pescas continuam a ser os principais obstáculos. Se isso mudar, todo o resto vai se encaixar”, disse um diplomata da UE.

“Esta rodada não deve trazer grandes avanços: os olhos estão voltados para a última em setembro.”

Os britânicos votaram, há quatro anos atrás, em um referendo, e escolheram a saída da União Europeia. E, desde então, conversas e negociações iniciais fizeram com que o Reino Unido deixasse o bloco europeu no dia 31 de janeiro.

No momento, há um plano de transição, para até o final do ano. Neste período, há questões tanto de relações com a UE para ser resolvidas, quanto questões com cidadãos europeus que vivem nas cidades britânicas, e precisam renovar a sua autorização de moradia. Um acordo entre Reino Unido e UE precisa ser concluído até outubro, para que siga dentro do prazo original.

Caso o acordo não for realizado, ambas as partes terão que fazer comércios nos padrões da Organização Mundial do Comércio. Isso significa tarifas e cotas padrão, e traria mais custos para empresas que comercializam entre estes países.

%d blogueiros gostam disto: