Nova “corrida de volta para casa” para britânicos turistas na Europa

Os turistas britânicos que desejam evitar a quarentena de 14 dias imposta pelo governo encaram uma corrida de volta para casa. O secretário de transportes, Grant Shapps, disse na quinta-feira que aqueles que chegam ao Reino Unido vindos da Croácia, Áustria e Trinidad e Tobago precisarão se isolar. Já havia acontecido algo neste sentido com pessoas que vivem no Reino Unido que estavam na França.

O secretário de transportes, Grant Shapps, disse na quinta-feira que aqueles que chegam ao Reino Unido vindos da Croácia, Áustria e Trinidad e Tobago precisarão se isolar. Atualmente, há 17 mil turistas britânicos na Croácia, de acordo com o conselho nacional de turismo do país. As alterações se aplicam a quem chegar após as 04:00 BST no sábado.

Mas os turistas do Reino Unido que voltam de Portugal não precisarão mais se isolar depois que o país foi adicionado à lista de corredores de viagens do Reino Unido. O governo português agradeceu as alterações e disse que a medida “permitiu compreender que a situação no país sempre esteve sob controlo”.

“Não é apenas um teste de aeroporto”

Enquanto isso, o governo escocês acrescentou a Suíça à sua lista de países que exigem quarentena.
Falando sobre as últimas adições à lista de quarentena, o Sr. Shapps disse que entendia a “inconveniência” envolvida, mas disse que era “apenas um fato deste verão”.

O secretário de transporte também disse que o teste de coronavírus em aeroportos para ajudar a reduzir o tempo de quarentena está “sob análise ativa”. Mas ele disse ao programa Today da Radio 4: “Não quero oferecer falsas esperanças dizendo ‘é tão simples quanto um teste no aeroporto’ … porque não vai dizer o que você precisa saber.”

Os testes no aeroporto na chegada só pegariam “uma proporção muito pequena” de pessoas que tinham o vírus sem sintomas, disse ele. E um teste de acompanhamento seria necessário cerca de uma semana depois. Nesse ínterim, as pessoas ainda teriam que ficar em quarentena. Também houve problemas para garantir que o segundo teste fosse realmente realizado pela pessoa em quarentena, disse Shapps.

Aumentos nos casos e controles de fronteiras

As últimas atualizações na lista de quarentena vieram depois que milhares de turistas britânicos fizeram uma corrida de última hora para voltar para casa da França no último fim de semana. Antes que as medidas entrassem em vigor.

O país continua registrando um aumento acentuado no número de novos casos de vírus. Com mais de 4.700 registrados na quinta-feira – o maior nível em três meses. Durante um período de duas semanas, o Reino Unido registrou 20,9 casos de coronavírus por 100.000 pessoas. Os dados são de acordo com o Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças.

Em comparação, a Croácia teve 41,7 casos por 100.000, a Áustria 30,8 e Portugal 27,8.

%d blogueiros gostam disto: