Amazon criará 7 mil vagas permanentes no Reino Unido

No mês passado, o número de pessoas trabalhando no país sofreu a maior queda desde 2009 e espera-se que o coronavírus cause um impacto muito maior no desemprego quando o governo encerrar seu enorme plano de proteção ao emprego.

O único ponto positivo veio do varejo online e do setor de logística, à medida que as compras na internet subiram durante as medidas de isolamento. O recrutamento mais recente da Amazon levará sua força de trabalho total no Reino Unido para mais de 40 mil pessoas até o final do ano.

A gigante norte-americana disse que as 7 mil novas funções serão para trabalhadores de galpões, engenheiros, profissionais de RH e TI, especialistas em saúde, segurança e finanças.

Os empregos serão em mais de 50 locais, incluindo dois novos centros de distribuição no nordeste e centro do país e em escritórios corporativos.

A Amazon disse que precisa de mais funcionários para atender à crescente demanda por seus serviços e permitir que pequenas e médias empresas que vendem no seu marketplace escalem negócios.

%d blogueiros gostam disto: