Reino Unido amplia ajuda a empresas e trabalhadores após “lockdowns” regionais

Pressionado pela oposição e pelos novos “lockdowns” decretados em áreas com altas taxas de transmissão da covid-19, o governo do Reino Unido anunciou nesta quinta-feira uma mudança em um programa de ajuda a empresas e trabalhadores afetados pela pandemia.

Em audiência na Câmara dos Comuns, o ministro das Finanças, Rishi Sunak, informou que as empresas agora terão que arcar com apenas 5% dos custos das horas não trabalhadas de seus funcionários, uma queda significativa em comparação aos 33% que seriam cobrados inicialmente.

Além disso, o governo decidiu ampliar os repasses a trabalhadores autônomos, que receberão um auxílio equivalente a 40% de seus ganhos antes da pandemia. Antes da mudança anunciada hoje, a ajuda seria de 20%.

Empresas do setor de hospitalidade, como restaurantes e bares, também terão agora um subsídio de 2,1 mil libras por mês (cerca de R$ 15,4 mil) para minimizar o impacto dos novos fechamentos decretados pelo governo.

“Eu sei que a introdução de mais restrições deixou muitas pessoas preocupadas”, disse Sunak. “Espero que o aumento do apoio do governo possa ajudar o país a se unir nos próximos meses.”

%d blogueiros gostam disto: