Mega hair: Conheça as 3 técnicas preferidas das famosas para alongar os cabelos

Hoje não existe mais desculpa para se sentir insatisfeita com as madeixas. Se você não curte seus cachos, pode alisá-los; se cansou de ser morena, pode se transformar na loira do momento; se o cabelão já não é mais aquele, tesoura nele. Mas se, de repente, você resolveu que quer fios mais compridos ou com volume, seja por um dia ou por mais tempo, mega hair neles!

Essa é a escolha de muitas famosas que, de um dia para o outro, aparecem com os fios longos e lisos, mechas coloridas ou simplesmente platinadas.

As técnicas modernas são capazes de fazer uma transformação e melhorar a autoestima, tudo isso sem danificar os fios. Sem contar que qualquer pessoa pode aderir. “Quem tem cabelo fino e quer volume, quem está passando por uma transição capilar, quem deseja colocar uma cor, como um rosa ou um loiro mais claro que o cabelo natural não aguenta, ou simplesmente alongar”, comenta a hairstylist Megue Costa, do Emme Vip, expert em extensões capilares, corte e colorimetria.

Wanessa (Foto: Reprodução Instagram)
Wanessa (Foto: Reprodução Instagram)

Microcápsulas de queratina

O método é indicado para pessoas que possuem pouco cabelo ou um cabelo muito curto, e que desejam aumentar o volume e/ou alongar o comprimento. Os apliques com fios naturais são colados um a um com um polímero específico de queratina. Quanto menor o comprimento, maior a quantidade de microcápsulas para que o preenchimento seja total. “As mechas devem ser confeccionadas com uma espessura ultra fina, inclusive para acabamentos nas laterais e topo, onde usamos nanocápsulas, assim o resultado fica mais natural”, explica Megue, que relembra: “Os fios e couro cabeludo precisam se manter saudáveis com o uso, por isso a forma de colocação e tamanho das cápsulas devem ser estudadas para cada pessoa.”

E mais: o método dura cerca de três meses, após esse tempo é necessária a manutenção para retirar as cápsulas e recolocá-las. “Na manutenção confeccionamos novamente a cápsula colocando outra queratina, mas usamos o mesmo cabelo”, conta a expert. Em casa, as orientações são para ter cuidado com secador e chapinha, pois o calor pode derreter a queratina dos fios, e na hora de escovar, pois se puxar muito a cápsula pode escorregar.  A cantora Wanessa e a atriz Danielle Winitz são adeptas dessa técnica.

Larissa Manoela (Foto: Reprodução Instagram)
Larissa Manoela (Foto: Reprodução Instagram

Invisible tape

Aqui, o foco da técnica é uma base fininha, na qual os fios do alongamento são costurados ou colados de forma a ficarem quase imperceptíveis quando colocados no cabelo da cliente. Para fixar a base usamos uma fita adesiva importada própria para próteses. É indicada para quem quer alongar o cabelo ou dar mais volume para as pontas.

Entre as famosas que já aderiram ao método, estão a atriz Larissa Manoela e a influencer Juju Salimeni. “Procure um especialista para aplicação, caso contrário, você corre o risco de ter falhas, pois se a cola da fita não for de boa qualidade, e o cabelo não for colado respeitando o nascimento natural dos fios,  pode acontecer uma tração que leva a quebra e a queda”, orienta a especialista.

Juju Salimeni (Foto: Reprodução Instagram)
Juju Salimeni (Foto: Reprodução Instagram)

E mais: em casa é preciso cuidado na hora de escovar e usar ferramentas de calor, pois a cola pode derreter e melar os fios, inclusive aqueles que não fazem parte do procedimento. Se você adora uma coloração, ela só pode ser feita no contorno, nada de tinta onde está a invisible tape.

Giovanna Ewbank (Foto: Reprodução Instagram)
Giovanna Ewbank (Foto: Reprodução Instagram)

Nanoponto

A técnica Nanoponto é o que tem de mais recente e saudável no momento. Nela são trabalhadas finíssimas telinhas de cabelos, aplicadas bem rentes ao couro cabeludo, junto a pequenos pontos de cabelo natural. Não tem lastex, nem cola, nem fita adesiva. Também não tem queratina e nem químicas. Essa é hoje a técnica mais saudável de alongamento, com zero tração nos fios”, garante a especialista. “Por ser uma tela bem maleável e praticamente invisível em penteados clássicos, como coque, rabo de cavalo e tranças, são fáceis de fazer e não deixam nada aparente”, explica Megue Costa.

Dentre os métodos mais modernos, é o que menos tem contraindicações. “Você pode lavar e esfregar bem o local em que a tela está fixada, pentear desde a raiz com escova específica, pranchar e usar o babyliss, usar ferramentas de calor normalmente e até puxar com a escova se gostar de alisar bem a raiz natural. A coloração também pode ser feita em todo o cabelo”, explica a especialista.

%d blogueiros gostam disto: