Brian May, do Queen, diz que Freddie Mercury estaria nos palcos até hoje, se estivesse vivo

Freddie Mercury, o grande vocalista da banda Queen, que morreu em 1991 com apenas 45 anos de idade, ainda gera muito encanto de novos e antigos fãs do famoso grupo britânico. E se fosse vivo, como Freddie estaria hoje?

A pergunta que não quer calar já foi respondido em 2019, ao Express UK, pelo fugurinista Peter Freestone, que trabalhou por 12 anos como assistente pessoal de Freddie. Peter acha que, se fosse vivo, Freddie já teria se aposentado. “Ele não queria envelhecer. Não acho que ele teria continuado. Ele continuaria a compor, mas daria para outra pessoa tocar.”

Porém, Brian May, guitarrista do Queen, discorda de Peter. Também em declaração ao Express UK, Brian rebateu e acredita que Freddie estaria até hoje nos palcos (se fosse vivo, Freddie teria completado 74 anos em setembro.

“Não acho que seja verdade. Como todos nós, Freddie Mercury, teria momentos de: ‘Oh Deus, é hora de parar!’. Mas não podemos É assim que nós somos”. Brian disse, ainda, que “mesmo que houvesse momentos em que ele não se sentisse que seria capaz de continuar, se ele estivesse bem de saúde, ele voltaria todas às vezes para os palcos. Realmente sinto isso. A vida de Freddie era música.”

%d blogueiros gostam disto: