4 perguntas que você deve se fazer para alavancar seu negócio

Muitas pessoas acreditam que, para construir um empreendimento de sucesso, é necessário ter uma ideia super inovadora ou um produto único. Mas, na verdade, o mais importante é encontrar o modelo de negócio certo. Com ele, é possível traçar qual o objetivo da empresa e como será oferecido o seu produto ou serviço.

Para ter um excelente modelo de negócios, é preciso que três fatores estejam bem alinhados: produto, cliente e valor. Isso significa que o produto precisa se encaixar, quase que perfeitamente, com seu segmento de clientes. Para isso, é necessário entender se aquilo que é oferecido é também o que os consumidores estão procurando. Se tudo isso estiver bem claro na cabeça do empreendedor, a chance de sucesso é alta.

Caso esteja pensando em abrir um negócio ou se já possui um e quer saber como melhorar seu modelo, o professor de empreendedorismo Per Bylund listou, na Entrepreneur, quatro perguntas que você precisa se fazer:

1. A quem posso servir?

Essa pergunta pode parecer estranha para o dono de uma empresa ou startup, mas a verdade é que o cliente é o verdadeiro “chefe” da história. É ele quem define se irá comprar ou não o que você está oferecendo. Analise quem é seu público-alvo, trace o perfil desse cliente e pesquise sobre o que ele está realmente querendo.

2. Como posso servi-los?

Depois de identificar o perfil do seu cliente, coloque-o em primeiro lugar e descubra o que pode fazer para atendê-lo melhor. Isso não significa que você precisa exagerar ou criar inúmeros recursos. Basta projetar e desenvolver um produto que corresponda exatamente ao que o consumidor valorizaria ter.

3. Qual é o valor?

O valor não é o preço em dinheiro, mas a satisfação que o consumidor tem ao usar um produto que adquiriu. Quando a pessoa compra algo, o que mais importa é a experiência que ela espera ter com aquilo. Ou seja, o consumidor busca um bom resultado e está disposto a pagar um preço com base naquilo que é oferecido na embalagem ou propaganda. Quanto melhor for a experiência, mais alto pode ser o preço cobrado.

4. Você está fazendo o que seu cliente deseja?

Essa é provavelmente a pergunta mais difícil, porque é preciso se colocar no lugar de outra pessoa. Você só conseguirá responder a essa pergunta se tiver claro quem é seu cliente e o que ele procura. Muitas vezes, ajustes que são aparentemente pequenos podem gerar grande valor para o seu cliente, como quando a Netflix deixou de enviar DVDs por correio para criar uma plataforma de streaming online, ou quando a Volvo percebeu que os carros por assinatura chamam a atenção dos seus clientes.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: