Primeira a se vacinar no Reino Unido, idosa de 91 anos recebe 2ª dose

A britânica Margaret Keenan, 91, voltou hoje ao Hospital Universitário de Coventry & Warwickshire para receber a segunda e última dose da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Pfizer junto à BioNTech. Ela foi a primeira pessoa a ser imunizada no país, em campanha iniciada no último dia 8.

O secretário da Saúde e Assistência Social do Reino Unido, Matt Hancock, celebrou o início da distribuição da segunda dose, dizendo ser “fantástico” ver Margaret receber a vacina novamente. “Vamos superar essa pandemia juntos”, escreveu ele em uma rede social.

Margaret recebeu a primeira dose uma semana antes de completar 91 anos, definindo a vacina como o “melhor presente de aniversário antecipado”. Na ocasião, ela também disse se sentir “muito privilegiada” por ser a primeira pessoa a ser imunizada contra o coronavírus.

Ela estava isolada desde o início da pandemia e, graças à vacina, pode “pensar em passar um tempo com a família e os amigos no Ano Novo”, afirmou. Avó de quatro netos, Margaret usava uma camiseta com tema natalino no momento em que recebeu a primeira dose.

O Reino Unido foi o primeiro país da Europa a vacinar sua população. No último domingo (27), foi a vez de Alemanha, Áustria, Espanha, França, Grécia, Itália, Portugal e República Tcheca darem início a suas respectivas campanhas, também usando o imunizante da Pfizer/BioNTech.

A União Europeia — da qual o Reino Unido não faz mais parte — deve receber 12,5 milhões de doses da vacina até o final do ano, o suficiente para vacinar 6,25 milhões de pessoas com duas doses cada. As empresas estão lutando para atender à demanda global e pretendem fazer 1,3 bilhão de doses no próximo ano.

%d blogueiros gostam disto: