Indiano criou um “caixa eletrônico” que distribui arroz para ajudar trabalhadores

As fortes enchentes e o lockdown por causa da pandemia deixaram muitos trabalhadores migrantes na região de Hyderabad, na Índia, sem condições de se sustentar. Ramu Dosapati, um executivo que mora com sua família no local, quis garantir que os trabalhadores da região não ficassem sem alimentação e outros itens essenciais.

Segundo o Business Insider India, Dosapati gastou o equivalente a R$ 367 mil – todas as suas economias e o dinheiro guardado para a aposentadoria – para criar o ATM Rice, um “caixa eletrônico” que distribui arroz e outras necessidades 24 horas por dia para pessoas que precisam. ATM é a sigla para Automatic Teller Machine, ou caixa eletrônico, e Rice siginifica arroz.

A ideia de ajudar outras pessoas surgiu quando Dosapati foi a um mercado comprar os ingredientes para o jantar de aniversário do filho e viu uma mulher pagando por uma grande quantidade de frango. Ele descobriu que a mulher era segurança em um acampamento para trabalhadores migrantes e estava comprando os itens como presente para os que ficaram sem comida.

Dosapati acompanhou a segurança até o acampamento, onde fez uma lista das cerca de 200 pessoas que precisavam de assistência. Ele percebeu rapidamente, no entanto, que o investimento inicial que ele pretendia gastar duraria apenas alguns dias.

Apesar de estar juntando dinheiro para mudar para uma casa maior, ele decidiu ajudar o novo grupo de trabalhadores havia chegado em busca de ajuda. “Foi quando minha esposa me apoiou e me pediu para prosseguir e dar continuidade à iniciativa”, disse ele.

Desde que o ação começou em abril de 2020, a atitude de Dosapati chamou a atenção de outras pessoas que se dispuseram a ajudar também.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: