Carros mais vendidos no Reino Unido em 2020: Fiesta ainda lidera, mas elétricos ameaçam

Em último ano como integrante da União Europeia e tendo passado por dois lockdowns desde março, o Reino Unido amargou uma retração de quase 30% nas vendas de veículos novos. De acordo com a SMTT, (Society of Motor Manufacturers and Traders), entidade que representa os fabricantes no mercado local, as 1.631.064 unidades em 2020 representaram o pior ano desde 1992.

Mas nem tudo foram notícias ruins. Para os híbridos e elétricos, responsáveis por 28,5% deste total (465.331), houve um crescimento de quase 190% nos últimos 12 meses. Entre as montadoras, todas as do top 20 registraram quedas acima de 2 dígitos. A Ford, com 152.777 unidades, se manteve na liderança, mas nunca sob ameaça tão concreta.

A Volkswagen (148.338) ficou a pouco mais de 4 mil unidades. Vale ressaltar que esta diferença havia sido inferior a 36 mil em 2019 e superior a 53 mil em 2018. Completando o pódio, a BMW (115.476) venceu a Mercedes (110.883) na disputa pela liderança entre as premium. Dona da menor retração (-12,7%), a Toyota (91.793) foi a 7ª colocada. A Citroën (28.059), por sua vez, perdeu quase 45% de seus compradores.

Longe do Brasil desde 2018, o Fiesta (491.74) completou 12 anos seguidos como o preferido dos britânicos. A queda de quase 37%, no entanto, fez com que o Vauxhall Corsa (46.439) se aproximasse perigosamente – no ano anterior, a vantagem do Ford sobre o rival mais próximo havia sido de quase 20 mil unidades. Vice-líder em 2018 e 2019, o VW Golf (43.109) completou o pódio. Em briga acirrada pelo 4º lugar, o Ford Focus venceu o Mercedes Classe A, líder em setembro, por menos de 2 mil unidades (39.372 x 37.608).

Com 33.972 unidades, o Nissan Qashqai foi o líder entre os SUVs e crossovers pelo 4º ano seguido, desde que Motor1.com começou a acompanhar o mercado local, em 2017. Ford Puma (26.294) e Volvo XC40 (25.023) foram as novidades no top 10, desalojando Ford Kuga e Kia Sportage, 7º e 10º colocados em 2019, respectivamente.

EM DEZEMBRO

O último mês de 2020 teve os elétricos como destaque. Preferido em abril e maio, o Model3 (5.798) foi mais uma vez o nº 1. Além do modelo de entrada da Tesla, o top 10 britânico viu a estreia do VW ID.3 já como 4º colocado, emplacando 3.188 unidades. Em leve baixa, o VW Golf (4.470) repetiu a vice-liderança de novembro, à frente do Fiesta (3.367) com perda de quase 1/5 de seus compradores.

Destaque do 2º semestre, o Vauxhall Corsa (3.029) desta vez foi apenas o 6º, pouco atrás do Nissan Qashqai (3.109). Em 7º, o Volvo XC40 (2.909) garantiu seu 4º top 10 seguido. Top 5 no ano, o Mercedes Classe A (2.761) foi o 8º, com Ford Puma (2.600) e Mini Cooper (2.532) completando as 10 primeiras colocações.

De acordo com a SMTT, foram comercializadas no mês passado 132.682 unidades, quase 11% a menos do que há um ano. Ausente do topo desde março, a VW (15.635) foi a nº 1 com mais de 4 mil unidades de vantagem sobre a Ford (11.479). Graças ao resultado do Model3, a Tesla assegurou a 8ª posição. Destaque para a evolução superior a 80% da Jaguar (3.386).

%d blogueiros gostam disto: