Reino Unido identifica 21 casos da variante que pode infectar quem já se vacinou

O Reino Unido já mapeou pelo menos 21 pessoas que apresentaram a nova mutação do vírus da Covid-19, a chamada ‘Variante de Bristol’, encontrada na cidade de Bristol, sudoeste da Inglaterra.

A nova variante se originou da mutação de Kent, detectada no ano passado, também na Inglaterra, e pode não responder à ação dos anticorpos de quem já teve Covid-19 ou já foi vacinado contra a doença. A afirmação foi da chefe do programa de sequenciamento genético do Reino Unido, Sharon Peacock.

Segundo ela, a variante, que se dissemina com mais facilidade, está criando características que podem afetar o modo como nós lidamos com o vírus e a eficácia dos imunizantes.

Já o principal consultor científico do governo britânico, Patrick Vallance, afirmou que não é uma surpresa que os novos casos foram identificados no país e que poderiam acontecer em outros lugares do planeta.

Essa é também a previsão de Peacock. Para a cientista, a variante de Kent será predominante no mundo todo dentro de pouco tempo, o que vai favorecer o aparecimento de novas cepas mais resistentes, assim como aconteceu em Bristol.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: