PIB do Reino Unido cai 9,9% e tem pior resultado em mais de 300 anos

A economia do Reino Unido teve queda de 9,9% em 2020, no pior resultado para o PIB (Produto Interno Bruto) britânico desde 1709, há 311 anos. O número, divulgado pelo ONS (Escritório de Estatísticas Nacionais) nesta 6ª feira (11.fev.2021), aponta como principal motivo para a queda histórica foi a pandemia de covid-19.

Segundo a ONS, desde que a agência começou a fazer os registros do PIB, após o fim da 2ª Guerra Mundial, a queda “foi maior que o dobro da maior queda anual já registrada”.

Com restrições durante a maior parte do ano para diminuir a transmissão do coronavírus, os setores mais afetados foram o da construção e de serviços, que tombaram 12,5% e 8,9%, respectivamente, em relação a 2019. 

O único momento da história britânica em que a economia teve resultados tão ruins foi em 1709. Na época, quem fazia o acompanhamento dos índices era o Banco Central Britânico e o motivo para a queda foi a chamada Grande Geada, um inverno histórico na Europa que impediu a maior parte das atividades agrícolas e comerciais.

Apesar do resultado ruim, o Reino Unido pode escapar de uma recessão técnica porque no último trimestre do ano a economia cresceu 1%. Isso significa que, mesmo que o país precise adotar um novo lockdown por causa do avanço da pandemia, não será registrado 2 trimestres seguidos de contração –parâmetro que define uma recessão na Europa.

A necessidade da volta das restrições mais rígidas é uma possibilidade por causa das duas novas variantes do coronavírus encontradas no país. Segundo dados reunidos sobre as novas cepas, uma das variantes é 70% mais transmissível do que o normal. O país também enfrenta um pico de infecções por causa do inverno.

Com essas circunstâncias, o Banco Central Britânico prevê que, no 1º trimestre de 2021, a economia do Reino Unido terá queda de 4%.

%d blogueiros gostam disto: